10 novembro 2006

"O que quer de mim"

- para uma mineira que voltou

quem parte,
deixa um espaço
e depedaça planos.

mas passam-se os anos
e na arte de uma poesia
revê seus enganos.

e resolve voltar,
talvez tentar algo novo,
movida pelo mesmo sentimento

mordendo meu ombro,
como um doce carinho,
desfez o escombro
de um descaminho,

agora, a bela boca
que marca minha pele
permanece calada
pra que nunca revele

o que quer de mim

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home