06 novembro 2006

"Carta de amor"

Meu bem,

Esta é apenas mais uma carta de amor.

Eu queria primeiro deixar claro de uma vez por todas que eu sou completamente apaixonado por você, não sei desde quando, mas parece ser desde sempre.

Também quero me desculpar por ser tão idiota e com tanta freqüência.

Meu diário sem você é muito triste, quero você de volta no meu cotidiano.

Essa falta que você faz
você nem faz idéia de como eu nem durmo
tomo café, fumo cigarro
muitas coisas boas tem acontecido, mas não parecem tão boas quanto seriam se tivesse a certeza do teu amor.
Sinto falta da tua companhia.
Fumo outro cigarro.
"o mundo é um moinho",
consola o cartola.
nem ele me consola
nem ele cola.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home