07 novembro 2006

"Amor de Carnaval"

- para a minha primeira-dama -

Jurando teu falso amor
com um beijo inconseqüente
tu me tornas traidor
de quem não vê o que não sente

fico dormente
paralisado
você insiste em me beijar...
e provando teus lábios molhados,
quase esqueço-me do meu lar

entre confete e serpetina
tento ainda ser fiel
mas teus beijos de menina
me escorrem feito mel

e quem não está presente
não percebe meu pecado
e me sinto um presidente
me deitando ao teu lado

ah primeira-dama
por que você faz isso?
pois além de minha fama
também tenho compromisso.
(e se me deito em tua cama,
só não quero ser omisso)

mas eu não faço mal
até sorrio de alegria
pois hoje é carnaval
e teu beijo é fantasia

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home