06 novembro 2006

"ela la eu rio"

Junto com quem está longe
passei mais uma noite
em meu colchão amplo.

Ainda encontro seus pêlos
ainda tentei segurá-la pelos cabelos
evitando que partisse
pra tão longe daqui....

abro os olhos, confuso
o calor da noite passa
e acordo tremendo
ela em outro horário,
ainda dorme, conforme o fuso

quando levanto de manhã,
já não mais sorrio
(sem o sonho que me faz suar)
pois ela é minha lã
sem ela sinto frio
ela LA, eu RIO

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home